terça-feira, janeiro 08, 2019

O Blogger é uma plataforma "superbásica" para blogs?

Muitos profissionais da web tratam o Blogger como básico, amador. Mas, será que o Blogspot é isso mesmo?

notebook na tela logo blogger ferramenta

Em uma das minhas leituras cotidianas me deparei com o seguinte trecho no livro: “Com a intenção de me mexer e me reinventar, no ano anterior eu tinha montado sozinha o blog... Como não manjava nada de programação, recorri ao Blogspot, uma plataforma gratuita, intuitiva e superbásica”.

O Blogspot ou Blogger melhor dizendo, é de fato uma plataforma gratuita e intuitiva, entretanto, não diria superbásica e nem básica. Quando comparado a outras plataformas de blogs, pode perder em alguns aspectos como no desenvolvimento de aplicações especificas.

Então, por que o Blogger é considerado, equivocadamente, uma plataforma básica e não completa para desenvolver um projeto de blog? Isso acontece porque não é uma plataforma aberta e colaborativa, como por exemplo WordPress.

A plataforma Blogger é mantida pela gigante da Internet Google, foi também responsável pela popularização do termo “blog”. Integrada com os produtos Google se tornou a ferramenta ideal para iniciar um projeto na Internet, sem precisar saber nada de programação.

5 coisas que blogs profissionais precisam

ícones: layout template, domínio web, analise de dados, servidor hospedagem e monetização

Blogs profissionais precisam de cinco coisas: template exclusivo, domínio personalizado, hospedagem segura, analise de audiência e possibilidade de integração com sistemas de afiliados para ganhar dinheiro ou monetização.

A seguir confira uma lista das cinco coisas que deixam o Blogger uma plataforma completa para blogs:
  • Templates nativos fáceis de usar e personalizar ao seu estilo;
  • Domínio gratuito ou você pode configurar um domínio personalizado;
  • Hospedagem segura e grátis, onde são armazenadas suas postagens, imagens e até vídeos;
  • Análise integrada para conhecer seu público, e possibilidade de conectar o blog diretamente ao Google Analytics para conhecer melhor sua audiência;
  • Integração nativa com o Google AdSense onde você pode exibir anúncios automaticamente e ganhar dinheiro.
Não é apenas a autora do livro que comete esse erro ao mencionar a plataforma do Google para blogs. Existe muitos profissionais que tratam o Blogger.com como uma espécie de rede social para blogs e não um CMS (Content Management System), um conjunto de ferramentas para criação/edição e publicação de conteúdo na internet sem a necessidade de conhecimentos de programação.

Entendeu agora por que o Blogger não deveria ser considerado “superbásico” e nem básico. E sim uma plataforma completa com um sistema de gestão de conteúdo para sites.

O livro mencionado no início não é sobre tecnologias web e afins, é sobre finanças pessoais. E quem tiver curiosidade e quiser ler (eu super recomendo): Me Poupe! 10 passos para nunca mais faltar dinheiro no seu bolso, por Nathalia Arcuri, também recomendo o canal (Me Poupe!) da mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, os comentários publicados aqui por você são moderados e liberados em seguida. Vamos aproveitar esse espaço para agregar valor. Desde já agradecido pelo tempo disponibilizado para comentar. VALEU!

Contato

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *